[Revista PnP] Será que os notebooks vão substituir os PCs de mesa? 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Google

Você está aqui: Indeterminado
Artigo

Será que os notebooks vão substituir os PCs de mesa?

Esta é uma pergunta que muita gente deve estar se fazendo ao adquirir um novo computador ou até mesmo para fazer manutenção num micro antigo. Será que vale a pena consertar? Ou é melhor comprar logo um micro novo, quem sabe até mesmo um notebook financiado em suaves prestações?

Os notebooks estão entre os itens cujas vendas mais crescem. Na verdade, o fato é que as vendas dos micros de mesa – os famosos desktops – estão estagnadas há anos no mundo todo. No Brasil, devido aos incentivos do governo concedidos há uns 2 anos, as vendas dos PCs convencionais até aumentaram, mas não tanto quanto cresceram as vendas de micros portáteis.

As pessoas e empresas que estão gastando seu suado dinheirinho nos notebooks é porque estão fascinados pela mobilidade, silêncio e pequeno tamanho dos notebooks.

Mas seria só isto? Talvez numa primeira análise, mas existem outros dois fatores importantes:

Primeiro de tudo, o preço. Não faz muito tempo pagava-se muito mais caro pelos notebooks em comparação aos micros de mesa. Os portáteis eram vistos como uma ferramenta para executivos, e o preço era feito para o poder aquisitivo este tipo de público. Felizmente, nos últimos anos os preços baixaram muito, principalmente aqui no Brasil, com a desvalorização do Dólar. Com isto, o mercado dos notebooks se expandiu também para as residências, em especial entre as mulheres e adolescentes. As pessoas que sempre sonharam em ter um notebook agora podem ver seu sonho se tornar realidade.

Em segundo lugar, existe também o tal de “efeito Apple”. Não resta dúvida de que o iPod e o iPhone foram produtos que alavancaram o nome da Apple e dos aparelhos portáteis em geral.

Mesmo quem nunca teve um destes aparelhos na mão sonha com eles – afinal, “devem ser bons”. A Apple, sempre esperta em seu marketing, aproveitou sua boa fase para abocanhar uma boa parcela do mercado de notebooks como nunca teria conseguido sem seus mini-portáteis. Como efeito colateral, o mercado de notebooks como um todo também cresceu. Steve Jobs apresenta o ultrafino Apple MacBook Air

Certo, mas será que o notebook vai substituir o PC de mesa?

O mais provável é que os notebooks e desktops coexistam em pacífica harmonia, da seguinte forma:

Os espectros mais baixo e mais alto do mercado, ou seja, o de aparelhos mais baratos e os topo-de-linha, deverão continuar com seus micros de mesa.

O primeiro porque o micro de mesa tende a ser mais barato que o mais barato dos notebooks. Ao mesmo tempo, o entusiasta por máquinas poderosas, em especial os adeptos dos games e dos aplicativos 3D, vão continuar com seus PCs desktop, simplesmente porque para estes usuários performance e um bom monitor é o que mais importa.

E o usuário médio? Estes é que estão tentados a usar um notebook ou desktop, sendo que a escolha vai depender da verba, das necessidades e do que estiver em oferta no momento da compra. É nesta faixa que os notebooks estão realmente vendendo, e onde deverão dominar uma boa fatia do mercado.

Apesar dos inegáveis apelos dos notebooks, muita gente vai continuar com seus desktops. Entre estes estamos nós da PnP, pois adoramos HDs imensos, placas de vídeo possantes, várias unidades de armazenamento removíveis, telas grandes, teclados e mouses confortáveis e, principalmente, a habilidade de tirar e trocar componentes à vontade. Claro, também temos nossos notebooks, iPods, celulares com internet e tudo o mais, mas nada disto passa nem perto de um bom micro de mesa. Não trocamos estas vantagens nem mesmo pelo melhor dos notebooks. Em nossa opinião, claro...

Publicado em 10/08/2009 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.